terça-feira, novembro 11, 2008

MP 446

Li um post* no Blog do Josias de Souza, avisando sobre a publicação de uma medida provisoria, que estabelece uma especie de trem cargueiro de benesses a entidades de pseudo filantrópia, ou mais conhecidas como pilantrópicas.

Como o governo adora fazer benesses, não necessáriamente das mais justas, com o dinheiro dos outros. Sim o meu e eo seu amigão.

Resolvi escrever um e-mail ao senhor presidente da república.

Claro que escrever um e-mail não muda em nada as coisas, mas começar a espalhar a informação do que estão tentando fazer com o meu o seu e o nosso dinheiro, pode sim mudar as coisas.

Estou pensando em pedir para um amigo que manja muito de ilustração, bolar algo que passe a mensagem de repúldio e indignação, para que eu possa imprimir e colocar cópias na faculdade, no onibús e em outros lugares que eu frequento. Então fique ligado e volte por aqui para acopanhar o desenvolver da idéia.

Abaixo o e-mail que mandei para o excelentissimo senhor presidente da república. Se você quiser enviar um e-mail também o link é este aqui*

*todos os links aqui disponiveis foram parseados pelo tinyurl.com

Caro senhor presidente da república, Luiz Inácio Lula da Silva. Venho por meio deste e-mail mostrar a minha total desaprovação e indignação com a publicação da medida provisória 446 por parte do chefe do executivo, cargo que o senhor ocupa há seis anos. Segundo informações publicadas na imprensa ( http://tinyurl.com/69zte7 ), a medida provisória estabelece uma grave distorção, para dizer no mínimo na concessão dos certificados de CEBAS. Este certificado como o senhor sabe atesta que entidades filantrópicas estão sendo sim filantrópicas para com as pessoas que realmente tem necessidade e precisão momentâneas. Do jeito que ela foi enviada ao congresso nacional corremos o sério e certeiro risco de que certas entidades considerem e pratiquem a pilantropia, que envolve entre outros fatos a distribuição em grande escala, mas de pouca capilaridade de carros esportes e grandes SUV´s, de casas de alto padrão, daquelas de fazer inveja aos melhores e mais luxuosos conjuntos habitacionais, sem falar e claro de outros pequenos, mesquinhos e expensivos luxos. Prefiro acreditar que a publicação da referida MP 446, foi um descuido um erro cometido por algum assessor do executivo e que a mesma será retirada para que os artigos 37, 38 e 39, não corram o sério risco de serem aprovados. Talvez na correria do trabalho e das viagens o senhor tenha esquecido, que o dinheiro que esta ai nas contas da nossa grande nação tem dono e não deve de forma irresponsável como a referida MP 446, permite. Certo de que o senhor tomara as medidas necessárias para corrigir o erro. Muito obrigado por sua atenção, aguardo noticias. Eduardo de O. Lima




Um comentário:

Info Device disse...

Noblat, posta texto de Leila Suwwan, comentando o mesmo assunto.

http://oglobo.globo.com/pais/noblat/post.asp?cod_post=139707